O que é a Groenlândia? | Viagens ao Extremo | Groenlândia



O QUE É A GROENLÂNDIA?

Os groenlandeses chamam seu próprio país de Inuit Nunaat ou Kalaallit Nunaat, que significam “Terra das Pessoas” ou “Terra dos Groenlandeses”, respectivamente. A Groenlândia é um vasto país com muitos contrastes. A Groenlândia é a maior ilha do mundo mas também possui uma das menores populações. A Groenlândia é cheia de surpresas, fatos impressionantes e contradições estranhas. Por que é chamada de Groenlândia (Greenland, em inglês, ou Grønland, em dinamarquês, significando “terra verde”), quando 80% do país é coberto por uma branca calota de gelo?

Vale a pena saber sobre a Groenlândia

(A igreja no porto colonial de Nuuk, capital da Groenlândia)

Se você está considerando viajar para a Groenlândia, é bom ter um conhecimento básico sobre o país. A Groenlândia é muito diferente de outros países e lugares no mundo. Na verdade, é difícil comparar a Groenlândia com qualquer outra coisa no mundo.

Cinco temas importantes sobre a Groenlândia

  1. A geografia da Groenlândia
  2. A população da Groenlândia
  3. A sociedade da Groenlândia
  4. O transporte na Groenlândia
  5. O turismo na Groenlândia

1. Fatos sobre a geografia da Groenlândia

(A Groenlândia possui a menor densidade populacional do mundo)

O quão grande é a Groenlândia?

A Groenlândia é a maior ilha do mundo. Sua área é de 2.175.600 km². Essa área é maior do que as dos seguintes países juntos: França, Alemanha, Espanha, Reino Unido, Itália, Grécia, Suíça e Bélgica.

Fatos sobre a geografia da Groenlândia

Se você estiver fazendo um teste e tiver uma pergunta sobre a Groenlândia, aqui vão alguns bons fatos para memorizar:

  • De norte a sul, a Groenlândia tem 2.670 km;
  • De leste a oeste, a Groenlândia tem 1.050 km;
  • O país mais próximo é o Canadá, a somente 26 km de distância;
  • O ponto mais alto da Groenlândia é a Montanha Gunnbjorn, com 3.733 metros de altura;
  • O ponto mais ao sul da Groenlândia é o Cabo Farewell;
  • O ponto mais ao norte da ilha principal da Groenlândia é o Cabo Morris Jessup;
  • O ponto mais ocidental da Groenlândia é o Cabo Alexander;
  • O ponto mais oriental da Groenlândia é chamado Nordostrundingen.

Veja abaixo um mapa da Groenlândia com suas divisões e cidades:

É interessante pensar que o ponto mais ao sul da Groenlândia fica na mesma latitude que Oslo, na Noruega, enquanto seu ponto mais ocidental, na mesma latitude que Nova York. O ponto mais ao norte da Groenlândia é o Cabo Morris Jessup, localizado a somente 740 km do Polo Norte. Há duas pequenas ilhas ao norte desse ponto, a Ilha Coffee Club e a Ilha Oodaaq. Entretanto, elas são muito pequenas então normalmente a distância para o Polo Norte é medida pela distância da grande ilha principal.

O quão grande é a Calota Polar da Groenlândia?

(A Calota Polar na Groenlândia, aqui perto de Kangerlussuaq)

Aproximadamente 80% da Groenlândia está permanentemente sob o gelo. A Calota Polar da Groenlândia cobre o meio da enorme ilha e é a maior geleira do mundo. A Calota Polar da Groenlândia possui uma espessura de vários quilômetros e, em alguns lugares, é tão pesada que empurrou parte da Groenlândia para abaixo do nível do mar.

Fatos loucos sobre a Calota Polar da Groenlândia

  • A Calota Polar da Groenlândia cobre 1,8 milhão de km²;
  • A Calota Polar da Groenlândia possui um volume de 2,85 milhões de km cúbicos;
  • A Calota Polar da Groenlândia responde por aproximadamente 7% de toda a reserva de água doce do planeta;
  • Em seu ponto mais espesso, a Calota Polar da Groenlândia possui 3.500 metros.

Qual o fuso horário da Groenlândia?

(A aurora boreal sobre Nuuk, na Groenlândia)

A Groenlândia possui três fusos horários quando se inclui a Base Aérea Thule. Como turistas na Groenlândia, a maior parte do tempo você precisa se preocupar somente com um fuso horário, pois o centro da Groenlândia usa GMT-3, ou seja – sim, o horário de Brasília! Dessa forma, a Groenlândia está no mesmo horário do Brasil, mas com quatro horas de diferença do horário central da Europa (incluindo a Dinamarca, o que é muito importante). Na cidade de Ittoqqortoormiit, no litoral leste, eles usam GMT-2 (mesmo horário que Fernando de Noronha, por exemplo) e na Base Aérea de Thule eles usam GMT-4 (mesmo horário que Manaus e a região norte do Brasil, por exemplo).

2. Fatos sobre a população da Groenlândia

(Crianças brincando na praia em Qeqertarsuaq)

Se nós tivéssemos que te dizer um único fato sobre a população da Groenlândia, seria esse: os groenlandeses são um povo caloroso. Quando se pergunta aos turistas que estiveram na Groenlândia quais foram suas maiores experiências no país, uma das respostas mais frequentes é a de conhecer os calorosos e hospitaleiros nativos.

Quantas pessoas vivem na Groenlândia?

Você irá ver uma das menores populações do mundo na Groenlândia. Somente em torno de 56.500 pessoas vivem na Groenlândia. A maior parte dos residentes nasceu na Groenlândia. Em torno de 11% da população veio da Dinamarca e outros países. O crescimento populacional está estagnado.

Onde os groenlandeses vivem?

(Sisimiut, no oeste da Groenlândia, possui aproximadamente 5.500 habitantes)

Vendo que 80% da Groenlândia é coberta pela Calota Polar da Groenlândia, onde os groenlandeses vivem então? A resposta é, obviamente, que eles vivem ao longo do litoral. As regiões livres de gelo na Groenlândia compreendem 410.500 km². Isso corresponde ao tamanho da Noruega e é dez vezes o tamanho da Holanda.

Quase toda a população da Groenlândia vive na região sul e na região oeste, e somente 10% vivem no leste e norte do país. As condições para se viver e opções de suprimentos são simplesmente mais fáceis no sul e no oeste do que no leste e norte. Por causa disso, muitos vivem uma vida meio que aborígene de caça no norte e no leste.

A maior parte da população da Groenlândia vive nas cidades e vilarejos. Há aproximadamente 48 mil habitantes nas 16 cidades da Groenlândia e as outras 8.500 pessoas vivem em um dos 60 vilarejos do país.

(A vida nos cafés na capital da Groenlândia, Nuuk)

A capital da Groenlândia, Nuuk, fica localizada no oeste da Groenlândia e é de longe a maior cidade do país, com seus 16.500 habitantes. As outras principais cidades da Groenlândia são Sisimiut, Ilulissat e Qaqortoq. A segunda maior cidade é Sisimiut, com aproximadamente 5.500 habitantes. O resto das cidades possui entre 1.000 a 4.500 habitantes.

A língua groenlandesa

A Groenlândia é chamada de Kalaallit Nunaat em groenlandês, que se traduz como “Terra dos Groenlandeses”. Algumas vezes é chamada de Inuit Nunaat, que significa “Terra das Pessoas”.

A língua-mãe e idioma oficial na Groenlândia é o groenlandês, com o dinamarquês funcionando como segundo idioma. O dinamarquês é uma língua relativamente nova no contexto groenlandês. Ela chegou ao país quando a Groenlândia foi cristianizada no início do século 18. Tornou-se amplamente usada, especialmente no contexto administrativo e em algumas das maiores cidades.

O groenlandês, Kalaallisut, é de perto relacionado com a língua falada pelos povos Inuit do Canadá e no Alaska. Na Groenlândia, existem três dialetos principais – um do norte, um do leste e finalmente o dialeto do oeste da Groenlândia que forma a base para a ortografia groenlandesa.

As palavras mais importantes para os turistas

(As gerações mais velhas na Groenlândia falam groenlandês e não necessariamente uma segunda língua)

O groenlandês é um idioma comumente baseado em expressões locais e também é uma língua difícil. Os groenlandeses gostam de ver você tentar falar a língua deles, e se rirem de você, não leve a mal. Os groenlandeses gostam de se divertir.

  • “Qujanaq” significa “obrigado”;
  • “Ajunngilaq” significa “tudo bem”;
  • “Immaqa” significa “talvez”;
  • “Aluu” significa “olá”;
  • “Baj” significa “tchau”.

Como turista, você deve prestar bem atenção na palavra “immaqa”. Na Groenlândia, muitas coisas dependem do clima. Os groenlandeses aprenderam que planejamento está sempre sujeito ao “immaqa”. Quando isso acontecer, respire fundo e aceite o fato de que você não pode controlar tudo na Groenlândia.

Imigração para a Groenlândia

(Os nórdicos chegaram no verdejante sul da Groenlândia e então o país ganhou esse nome, que traduzido é “terra verde”)

A imigração para a Groenlândia ocorreu em ondas. De modo geral, falamos em quatro ondas, sendo três ondas de descendentes Inuit do oeste e então a imigração europeia do leste.

As culturas Saqqaq, Dorset e Thule

(Esse lugar se chama Sermermiut e aqui você encontrará rastros de antigos vilarejos Inuit)

Há aproximadamente 4.500 anos atrás, o primeiro Inuit veio para o país, a chamada Cultura Saqqaq. A Cultura Dorset também veio do oeste aproximadamente 2 mil anos depois. Grande parte da atual população da Groenlândia são descendentes da Cultura Thule, que veio para o país há aproximadamente mil anos.

As primeiras duas imigrações de Inuit eram paleo-Eskimos que tinham sua vida primária na tundra, caçando caribus, bois almiscarados etc. O povo da Cultura Thule eram neo-Eskimos que basearam suas vidas em caçar animais marinhos.

Quase que simultaneamente com a chegada da Cultura Thule, os nórdicos vieram para a Groenlândia, vindos da Islândia e colonizaram as terras férteis do sul da Groenlândia. Através de seus 500 anos na Groenlândia, os nórdicos foram construindo fazendas por todo o caminho desde o sul da Groenlândia até mais ao norte no Fiorde de Nuuk. Os nórdicos foram os primeiros não-Inuit a chegarem na Groenlândia.

Sermermiut na Baía Disco às margens do Fiorde de Gelo de Ilulissat é um dos lugares mais visitados na Groenlândia. A vista do Fiorde de Gelo de Ilulissat e sua proximidade da cidade faz do local um destino popular. Sermermiut foi uma colônia para muitas culturas Inuit por mais de 4 mil anos. Com um especialista ao seu lado, você poderá ver os vestígios deixados de algumas dessas colônias.

A Groenlândia como uma colônia dinamarquesa

(Ilulissat é um dos locais com vestígios de culturas Inuit ancestrais e construções da posterior colonização dinamarquesa)

Em 1721, o padre dinamarquês-norueguês Hans Egede veio para a Groenlândia e fez do país uma colônia dinamarquesa. Ele cristianizou a população groenlandesa e hoje o país é uma sociedade baseada na igreja luterana. A Groenlândia não é mais uma colônia dinamarquesa, mas os laços com a Dinamarca permanecem fortes, tanto os formais quanto os informais.

3. A sociedade groenlandesa

(Nuuk é o centro administrativo e do governo da Groenlândia)

Através dos últimos 80 a 100 anos, a Groenlândia passou por muitas mudanças em relação ao governo, mas felizmente todas as mudanças ocorreram de forma pacífica.

O governo da Groenlândia nos últimos tempos

  • 1721-1953: Colônia dinamarquesa
  • 1953-1979: Status de município
  • 1979: Autonomia
  • 2009: Auto-governança

O governo na Groenlândia hoje

A Groenlândia é hoje uma democracia parlamentarista dentro do Reino da Dinamarca (em conjunto com as Ilhas Faroe). A Groenlândia conseguiu a autonomia em 1979, o que deu à sua população mais influência em suas próprias vidas. Em 2009, a Autonomia foi estendida para a Auto-governança, garantindo à Groenlândia um grau ainda maior de autonomia – também em relação a assuntos com o exterior.

A Groenlândia não faz parte da associação da Dinamarca à União Europeia, mas através da comunidade com a Dinamarca o país possui uma cooperação muito próxima com a União Europeia.

A Auto-governança na Groenlândia é representada por um parlamento eleito composto por 31 membros. O Parlamento é chamado Inatsisartut em groenlandês.

Os membros do Inatsisartut escolhem O Gabinete, que corresponde ao governo. O gabinete consiste entre 7 a 10 ministros. O Gabinete é chamado de Naalakkersuisut em groenlandês.

O Dia Nacional da Groenlândia

(A pequena colônia de Ilimanaq na Baía Disco possui aproximadamente 50 habitantes)

O Dia Nacional da Groenlândia é 21 de junho, e o hino nacional se chama Nunarput, que significa “Nosso País”. O Dia Nacional da Groenlândia é comemorado por todo o país com café, bolo e, em muitos lugares, um grande bufê. Muitos groenlandeses põem sua roupa nacional e vão para um desfile de bandeiras pela cidade. Se você estiver no país nessa data, vá. É uma grande experiência comemorar o Dia Nacional da Groenlândia.

Dinheiro na Groenlândia

A moeda da Groenlândia é a coroa dinamarquesa (DKK). Existiam notas e moedas groenlandesas de mesmo valor que a coroa dinamarquesa mas a sua produção parou no final dos anos 1960.

Na maioria das cidades, você pode usar cartões de crédito. Nas colônias, é uma boa ideia levar dinheiro dinamarquês. Cartões de crédito estrangeiros podem ser usados na maior parte das lojas nas principais cidades mas não em todas as lojas. Especialmente as menores são relutantes em aceitar cartões estrangeiros devido às altas taxas cobradas.

A indústria na Groenlândia

(A pesca ainda é o principal negócio da Groenlândia, apesar de o turismo estar crescendo)

A pesca continua a ser a maior indústria da Groenlândia e, com aproximadamente 85% do total das exportações, é a maior fonte de renda do país. Principalmente camarão e alabote são exportados.

Além da pesca, uma grande fonte de renda da Groenlândia é a ajuda de custo que a Dinamarca dá ao país. O turismo, mineração, artesanato, pequenos estaleiros e indústrias de serviços são outros setores que complementam a renda do país. Muita ênfase no aumento da renda advinda do turismo e mineração.

Em 2012, o PIB foi estimado em 13,8 bilhões de coroas dinamarquesas. Os padrões de vida são altos na Groenlândia mas, para quem é de fora, os padrões de vida em algumas colônias pode parecer – e é – baixo para os padrões modernos. As colônias ficam normalmente localizadas longe de tudo e são locais difíceis de receber recursos – e pode ser difícil conseguir emprego lá. Entretanto, as colônias podem normalmente proporcionar uma vida livre de estresse que você não encontrará em lugar nenhum mais.

4. O transporte na Groenlândia

(A maioria dos turistas na Groenlândia chegam de avião vindos da Dinamarca)

Imagine um país onde não há estradas entre as cidades. Você não pode simplesmente pegar um ônibus ou seu carro até a cidade vizinha. Isso é morar na Groenlândia. Simplesmente não existem estradas entre as cidades na Groenlândia. Desse modo, a infraestrutura na Groenlândia é baseada no tráfego aéreo e marítimo.

Como eu chego na Groenlândia?

Existem dois modos de se chegar na Groenlândia: você vai de avião da Islândia ou Dinamarca ou chega em um dos muitos navios de cruzeiro. Não existe nenhum ferryboat ligando a Groenlândia a outro país.

Como é o transporte doméstico na Groenlândia?

(Não existe nenhuma estrada entre as cidades na Groenlândia)

Quando você está viajando pela Groenlândia, você o faz ou com avião, helicóptero ou navio costeiro. De e para pequenas colônias você pode ir normalmente com pequenos barcos para turistas. Entretanto, eles não partem com muita frequência, então planeje com antecedência.

Para muitas pessoas, entender a infraestrutura da Groenlândia é difícil. Muitas pessoas também questionam os altos custos do transporte para o país e dentro do país. Entretanto, domesticamente na Groenlândia é somente possível voar em aviões pequenos ou helicópteros pois os aeroportos não são grandes o suficiente para os aviões grandes que operam em outros lugares do mundo.

Os voos domésticos levam no máximo 40 passageiros e alguns locais só podem ser alcançados de helicóptero. Isso dá um máximo de 5 passageiros nos helicópteros pequenos. Essas são as condições que as pessoas vivem na Groenlândia. E além disso, o clima Ártico e suas implicações na aviação.

Navegando na Groenlândia

(O navio costeiro navega entre algumas das cidades na Costa Oeste da Groenlândia)

A empresa groenlandesa de navegação Arctic Umiaq Line assegura o tráfego de passageiros entre as cidades de Qaqortoq no sul da Groenlândia até Ilulissat, no norte. Barcos menores dão conta do transporte local nas diferentes regiões.

A Arctic Umiaq Line navega ao longo da costa oeste com o navio costeiro Sarfaq Ittuk. “Sarfaq” significa “corrente” e, nesse caso, corrente oceânica. Ittuk refere-se ao som dos antigos navios. “Umiaq” significa “barco das mulheres” em groenlandês e, no passado, o barco das mulheres era usado para o transporte da família, esposas e crianças de lugar a lugar. Entre os visitantes à Groenlândia, viajar com o navio costeiro é uma atividade muito popular.

5. O turismo na Groenlândia

(O trenó puxado por cães é utilizado para caça e recreação durante o inverno)

As pessoas estão viajando como nunca. O turismo global está crescendo e o interesse nos destinos árticos está aumentando. Nós sentimos muito isso aqui no Viagens ao Extremo.

O número de turistas está também aumentando na Groenlândia e, em 2015, foram mais visitantes à Groenlândia do que a população do país. Aproximadamente 68 mil pessoas de todo o mundo visitaram a Groenlândia.

Isso é o porquê de a Groenlândia ser um destino popular

(Passeio à geleira Eqi na Groenlândia)

Apesar de o turismo na Groenlândia estar crescendo, não estamos falando de turismo de massa. Quando você viajar para a Groenlândia vai ter a sensação de algo único e intocado. Você pode se sentar em algum lugar e ficar admirando icebergs gigantes e não ver pessoas por quilômetros de distância. A natureza na Groenlândia é tão imensa que, apesar de o turismo estar crescendo, de forma alguma turismo de massa é encontrado.

Como destino, a Groenlândia ganhou muitos prêmios nos últimos anos. A Groenlândia esteve na lista dos Top 10 Lugares Para Viajar da Lonely Planet em 2016 e no Top 20 das “Melhores Viagens de 2016” da National Geographic.

As cinco coisas mais populares para se fazer na Groenlândia

(Safáris para ver baleias são muito populares na Groenlândia)

A Groenlândia oferece muitos lugares belos para serem vistos e coisas que você pode experimentar. Você provavelmente viu fotos da Calota Polar da Groenlândia, trenó puxado por cães, icebergs gigantes e a mágica aurora boreal. Quando perguntamos aos nossos visitantes, cinco experiências são citadas como as mais populares:

  1. Trenó puxado por cães
  2. Aurora boreal
  3. Observação de baleias
  4. Gelo
  5. A cultura

Essas cinco experiências são conhecidas como As Cinco Grandes do Ártico.

Se você quiser viajar para a Groenlândia, recomendamos que você visite nossa seção do site onde listamos todos nossos pacotes para a Groenlândia.